Monde-nouveau
Slogan du site

Donner accès à des textes connus et surtout peu connus liés à l’histoire du mouvement libertaire ; présenter des réflexions et des débats.

cel-gl@orange.fr
Bakunin O Estado
Article mis en ligne le 29 août 2022
dernière modification le 3 mars 2023

par Eric Vilain

Para Bakunin, o estado não é apenas um instrumento de poder ao serviço de uma classe dominante. Não se trata de um simples ator atuando no âmbito de uma relação bipolar burguesia-proletariado ou burguesia-aristocracia. Há algo mais.

O revolucionário russo enfatiza constantemente o elemento religioso do poder político. A Igreja, diz ele, é a irmã mais idosa do Estado, no sentido de que as primeiras formas de poder a aparecer na história foram de caráter sacerdotal. Em sua crítica a Mazzini, Bakunin evoca a noção de Igreja-Estado (Pierre Legendre fala do “Estado Pontifício”). A função de poder é assim apresentada em dois aspectos, o teológico e o político. A crítica da religião não é um aspecto subordinado da crítica do poder, mas um aspecto integral, na medida em que o poder tem um aspecto religioso, mesmo sob o vestuário secular : a ideologia é uma força material. A crítica da religião, portanto, nunca é terminada.


Documents
bakunin_o_estado_-_versao_final_03-02-2023.odt 54.3 ko / OpenDocument Text