A Batalha, jornal de expressão anarquista
À CONVERSA COM RENÉ BERTHIER
Article mis en ligne le 18 janvier 2021

par Eric Vilain

“Portanto, acho que o anarquismo de hoje tem de largar essas coisas do passado – individualismo e etc. – e constituir-se como doutrina anarquista global, mas não ideologia, nunca falo de ideologia. E tem de tomar em conta a sociedade de hoje, que não é a mesma que a de Bakunine. Já não há proletariado, em França a classe operária corresponde a nem 12% da população. O movimento anarquista de hoje não tem qualquer espécie de discurso dirigido às classes médias, e não é com o discurso radical de hoje que se chega lá. A verdade é que houve um modelo revolucionário. E, infelizmente, o movimento anarquista não soube estudar os contextos. O sindicalismo revolucionário francês, quando o olhamos de perto, durou pouco tempo, desde o início do século XX até 1914.”